10/20/2017

Está é a Sua Morte (This is your death) 2017 - Crítica de filmes de terror







Fui assistir Está é a Sua Morte, e pelo trailer criei a expectativa de ver um novo "Jogos Mortais", mas acabei vendo um filme bem diferente.

Está é a sua Morte mostra a vida de um apresentador de reality show que passa por uma situação complicada quando uma das participantes de um programa de casamento se suicida ao vivo na TV. Em choque ele questiona a culpa dele e da TV sobre aquilo. Enquanto isso sua produtora cria um novo programa junto com ele para que as pessoas se matem na frente das câmeras, com o objetivo de fazer o publico questionar o valor da vida.

Apesar das mortes violentas, o filme tenta levar a coisa mais para o drama do que o terror. Ele ousa ser uma auto crítica, não para o público mas para a própria televisão, até que ponto eles vão pelo dinheiro e pela audiência? Claro que o publico também tem suas mãos sujas de sangue no programa, ele vira o programa mais famoso da TV, e fica a pergunta: Você assistiria ao programa em que pessoas se matam ao vivo, por diversos motivos e para deixar algum dinheiro para sua família?




Não estamos longe da realidade do filme, no Facebook por exemplo tem crescido o numero de pessoas que se suicidam fazendo lives, e os vídeos se espalham pela internet rapidamente.
Quando eu acabei de ver o filme mesmo, vi a noticia de uma mulher que estava bêbada pendurada na janela de um carro e a amiga fazendo live no Facebook. A mulher bateu a cabeça numa placa e acabou morrendo. O video está ai na internet e não é difícil de encontrar. Se você procurar, você não é diferente do publico do filme.
A noticia para vocês verem que é real: "Mulher de topless morreu sendo filmada, pendurada na janela de um carro"




Outro ponto que mostra como a realidade do filme já está no presente, é o argumento que eles usam pra conseguir colocar aquele programa no ar: A Eutanásia.
No filme eles falam que a Eutanásia começou permitindo pacientes terminais de tirarem a própria vida, e depois a lei mudou permitindo que qualquer pessoa tire a própria vida, acompanhada de um médico e passando por um exame psicológico.

Já pensou? Pois é, se você não sabe isso também está virando realidade, uma jovem na Holanda ganhou o direito a Eutanásia por sofrer abuso sexual por 10 anos. Você concorda?
A Eutanásia tem limites? Pacientes terminais? Vitimas de abuso? por 1 ano ou por 10 anos? Depressão?
A notícia também está aqui.

Não sei se você concorda ou não, mas com certeza vai pensar sobre isso tudo com o filme, e talvez mude de opinião com o final do filme que mostra que as coisas podem não ser sempre como você imagina.

Eu não vou dar spoiler do final do filme, mas ele realmente da uma grande discussão sobre o assunto.


Trailer:





O filme é muito bom, eu gostei, tem muito sangue, muitas mortes e é muito Black Mirror.

Bons Pesadelos...