9/26/2017

Merda é vendida como arte a preço de ouro





Se tudo é arte então nada é arte, e infelizmente a arte moderna acabou. As pessoas querem tanto aceitar que qualquer coisa, que qualquer pessoa faça seja considerado arte, mesmo que aquela pessoa não tenha talento nenhum, que chegamos ao ponto de um "artista" vender cocô enlatado por milhares de dólares.




É verdade, em 1961 o artista italiano Piero Manzoni fez uma coleção de merda enlatada que ele chamou de "Artist's Shit" ou "Merda d’Artista". Foram 90 latinhas de metal com 30g de cocô "produzidos" pelo artista.
Piero Manzoni ainda vendia o cocô a preço de ouro,literalmente, ele vendia o peso da merda pelo peso do ouro da época.

Em 1961 as pessoas tinham mais noção do que era arte e davam mais valor ao próprio dinheiro. Mas em 2007 parece que não mais, já que uma galeria de Londres comprou várias latinhas por mais de 30 mil dólares cada. Logo depois uma galeria em Milão comprou uma latinha por mais de 100 mil dólares, e hoje elas valem mais de 300 mil dólares se você quiser ter uma.




Piero Manzoni faleceu em 1963 com 29 anos e não viu seu sucesso, ele foi um artista fora do seu tempo. Acho que nem ele imaginava que faria tanto sucesso. Piero era um artista que fazia obras do tipo uma tela branca com um traço no meio, ele também fez uma série de balões inflados que chamou de "respiração do artista", e essas artes que realmente fazem sucesso para alguns hoje em dia.




Na época então ele aproveitou que seu pai tinha uma fábrica para criar a coleção de 90 latinhas de cocô. As latinhas vinham com a descrição "recém preservada, produzida e enlatada em Maio de 1961, e todas assinadas pelo artista.

As latinhas tem realmente cocô, alguém abriu pra ver? Não, ninguém abriu.
Segundo o pintor Agostino Bonalumi que trabalhou com o artista italiano, as latinhas só tem gesso, e a ideia era a arte ser uma crítica as pessoas que compravam "lixo" depois da Segunda Guerra Mundial. Mesmo assim, pelo valor pago, ninguém quis abrir uma latinha para saber se tem gesso ou merda lá dentro. O mistério é o que da valor a arte.
Inclusive se realmente tiver só gesso dentro das latinhas, além de não ser arte, é estelionato.




Isso é o que eu tenho visto em muitas artes modernas por ai, esse foi só um exemplo, e tem outras bizarras nesse mesmo nível. Me parece que isso desvaloriza muito a arte.
Mas bom, isso tudo é só minha opinião, e eu não entendo nada de arte.


Bons Pesadelos...