9/29/2017

Jogo Perigoso (Gerald's Game) - Review do filme de terror da Netflix






Jogo Perigoso foi um dos primeiros livros que eu li do Stephen King, e foi o livro que eu mais gostei.

Praticamente todos os livros e contos do Stephen King tem adaptações para filmes, mas Jogo Perigoso nunca teve, e tudo bem. Eu li ele no final dos anos 90 e sabia que aquele livro não tinha como ter uma adaptação. Era uma história difícil pra você passar todas aquelas sensações de um livro para um filme.
Então mais de 20 anos depois a Netflix tem a ousadia de fazer um filme do Jogo Perigoso, e eles conseguiram, eu aplaudo esse filme de pé!

Jogo Perigoso conta a história de um casal que vai passar um fim de semana numa casa isolada, e para tentar melhorar a relação, Gerald resolve fazer uma brincadeira. Ele leva algemas para essa viagem, e algema sua mulher na cama para esquentar a relação.
O que nem Gerald nem a mulher contavam é que ele iria infartar por ali mesmo, e bom, deixar sua mulher sozinha, algemada na cama, numa casa isolada no meio do nada.
Agora você vai passar cada segundo junto a Jess, algemada naquela cama, e eu não vou contar nada do que acontece para não estragar a surpresa.




Como já disse, essa é a melhor história do King pra mim, porque esse livro é angustiante, sufocante, tenso, você entra em pânico e agonia junto com a mulher. Eu realmente achava que seria impossível passar todas essas sensações para um filme, com a mulher ali sozinha, mas o diretor Mike Flanagan conseguiu fazer isso perfeitamente, e a história está toda ali, sem tirar nem amenizar nada, inclusive com direito a uma cena bem forte que me fez olhar pro lado.

Com certeza estou recomendando Jogo Perigoso para você assistir agora na Netflix, mesmo que já tenha lido o livro. Essa é uma das melhores adaptações do Stephen King em um filme. Está tudo ali, o sufoco, a angustia, a agonia, o desespero...




Pode ir lá assistir e pense o que você faria naquela situação? Nunca se sabe o que vai acontecer amanhã...


Nota: 5 / 5



Trailer




Sempre lembrando que a Netflix não coloca 1 real nesse bloguinho.

Bons Pesadelos...