7/18/2017

Devaneio excessivo - Conheça a doença do vício em sonhar





Você já sonhou acordado? Conhece alguém que é viciado em sonhos?




Existem pessoas que não conseguem deixar de sonhar acordados, para alguns esse problema já afeta a vida real. Eles são os viciados em sonho, que sofrem uma condição psicológica ainda pouco estudada, conhecida como Devaneio Excessivo ou Maladaptive Daydreaming. Essas pessoas alegam que sonhar acordada faz com que elas esqueçam a realidade e as suas obrigações.

Sonhar acordado já aconteceu com você, isso é comum quando você está numa conversa ou aula muito chata, por exemplo, sabe quando você percebe que estava "longe" dentro da sua cabeça e não escutou nem prestou atenção em NADA do que a outra pessoa falou? Isso é o Sonhar acordado.
O fato é que isso é um problema de saúde para algumas pessoas.
A diferença dessa doença para a esquizofrenia, é que essas pessoas sabem que a "fantasia" é falsa, eles conseguem diferenciar a imaginação da realidade.

Esse distúrbio tende a começar na infância, na maioria dos casos resultados de abusos ou solidão, onde a pessoa acaba achando uma fuga "dentro" da sua própria cabeça.
Isso vira um ciclo vicioso e depois se torna uma dependência, onde a pessoa troca a vida real pela imaginação. O transtorno acaba interferindo na vida dela como no trabalho, nos estudos e até na higiene pessoal.


Os sintomas do Devaneio Excessivo são:

- Sonhos excessivamente detalhados com narrativas complexas.
- Dificuldade para dormir.
- Movimentos repetitivos ao sonhar acordado.
- Esquecer funções básicas, como comer e tomar banho.
- Ligação emocional a personagens criados nos sonhos.
- Expressões faciais e gestos espontâneos em público enquanto está nos sonhos.
- Ter livros, filmes e músicas como gatilhos.
- Falta de atenção e sintomas parecidos com os do TDAH.



Casos:

- Uma mulher chamada Rachel disse que seu problema começou quando ela ainda era criança. Ela recriava seus desenhos favoritos na sua imaginação, e ficava andando em círculos revendo esses desenhos em sua mente.
O irmão dela estranha ver ela andando em círculos sem entender nada.

- Caso da Rose, uma americana de 35 anos. Ela tem um canal no YouTube onde ela fala da doença e a dificuldade em largar o hábito de sonhar acordada. Ela explica que é como se ela fosse uma alcoólatra e tivesse um estoque de bebida ilimitado com ela o tempo todo, dentro da cabeça dela.




Esse transtorno ainda não é reconhecido pela organização mundial da saúde e ainda não tem cura. Mas caso você tenha, procure um psiquiatra porque algumas pessoas já relataram melhoras com tratamentos parecidos com o do TDAH.
Pesquisando também descobri esse site, em inglês(você pode usar um tradutor), que também pode ajudar.

Bons Pesadelos...