4/11/2017

Primeiro encontro no Tinder







Você está prestes a ler uma das histórias mais bizarras que eu já contei aqui no blog. Ela é real.

Tem uma menina, que eu não vou revelar o nome dela por questões obvias, que marcou um encontro com um cara no Tinder, era o primeiro encontro. Eles se conheceram e o encontro deu muito certo, eles fizeram sexo, e acabaram fazendo de tudo e de todas as formas, e o cara foi embora, ok.

No dia seguinte a menina acordou com erupções pela pele no corpo todo, inclusive no rosto. Ela marcou um médico para saber o que estava acontecendo. Dois dias depois ela foi ao médico e as erupções virando bolhas e rachaduras pela pele.
O médico disse a ela que aquilo não era uma DST que ele conhecia, e mandou ela marcar um dermatologista.

A menina foi no dermatologista, e ele falou que ela estava com um parasita sob a pele, e ele causava essas erupções e rachaduras quando estava caminhando embaixo da pele dela. Mas o que ele falou de mais é estranho é que só existem duas formas de um homem transmitir esse parasita através do sêmen, que era:

1. Se ele fez sexo com animais ou... 2. Se ele fez sexo com uma pessoa morta.

Essa menina então voltou para a casa e foi entrar no facebook para falar com o cara, quando ela olhou o perfil dele ela descobriu que ele trabalhava em um necrotério.


Bons Pesadelos...

O PC do Medo B queimou, se você puder, ajude nossa vakinha para continuar o blog e voltar o canal! Clique Aqui