3/10/2017

Martyrs é baseado em uma história real?




A partir do ano 2000 a França entrou para o mundo do Terror, e não foi com filmes bobos não, os filmes franceses chegaram com os 2 pés no peito, com filmes gore, ficando conhecido como o extremismo francês!


Brutalidade e mutilação marcam os filmes franceses como A Fronteira, Inside e Alta Tensão. Mas Martyrs de 2008 sem dúvida foi o mais marcante tanto pela tortura como pela mensagem que ele tenta passar por trás do filme.


----- Spoiler -----

Em Martyrs uma jovem é raptada e submetida a torturas extremas por uma seita que acredita que um "martir" consegue ver e ter contato com a vida após a morte. Esse é o segredo que o grupo procura, torturando pessoas até encontrar uma "escolhida".

----- Fim do Spoiler -----


Então alguma vez essa experiência já foi feita na vida real?
Não existe um registro oficial mas muita gente fala de uma experiência parecida que aconteceu em 1983 com um grupo de cientistas fazendo experiências com a privação sensorial de pessoas.
De acordo com a possível pesquisa, nossos sentidos seriam um obstáculo para o pensamento e o contato divino. A visão, o som, o cheiro, o toque e o gosto nos prendem nesse mundo, impedindo uma experiência transcedental.
Os cientistas então pegaram uma cobaia, retiraram a parte do cérebro responsável pelos sentidos da pessoa. Após a cirurgia eles acreditam que o homem chegou a conversar com Deus.

Em 2009 essa história virou uma Creepypasta que você pode ler aqui.


Pessoas alegam que existe uma validade história para essa história. Religiões já procuraram formas de ir além da vida como no Budismo com a meditação e no cristianismo onde auto flagelação já foi um "caminho" para se chegar a Cristo. No Século XIII um grupo conhecido como Flagelantismo levou essa prática ao extremo, com os membros do grupo chicoteando publicamente suas próprias costas com vários instrumentos.
Outras crenças como no Egito e em Roma também praticavam a flagelação.


A história de Martyrs reflete a nossa busca pelo contato além da vida usando a dor como caminho. Mesmo que a experiência de 1983 não seja real, o filme não vai assim tão longe da nossa realidade.


Bons Pesadelos...

O PC do Medo B queimou, se você puder, ajude nossa vakinha para continuar o blog e voltar o canal! Clique Aqui